Nota de esclarecimento.

Quinta-feira, 11/10/2018 ocorreu um problema no sistema de periódicos da UEM. Em virtude disso, foi necessário restaurar um backup de 10/10/2018, quarta-feira 08h00.

Assim, solicitamos aos editores que revejam as atividades deste dia, pois elas foram perdidas e devem ser refeitas. Antecipadamente pedimos desculpas pelos transtornos, mas o problema foi alheio as nossas atividades.

Tomás de Aquino: filosofia e pedagogia - doi: 10.4025/actascieduc.v34i1.16083

Luiz Jean Lauand

Resumo


O artigo discute a conexão ente filosofia e educação em Tomás de Aquino. Em sua antropologia filosófica, destacam-se três aspectos de grande atualidade para a educação hoje: a valorização da matéria no ser do homem, a primazia da virtude da prudência entre as virtudes cardeais e a philosophia negativa (e theologia negativa). A intrínseca união entre espírito e matéria, anima forma corporis tem também importantes consequências pedagógicas, tanto para a educação intelectual quanto para a moral. E está na base de seu De prudentia, que pressupõe também sua perspectiva negativa.


Palavras-chave


Tomás de Aquino; educação; antropologia; espírito e matéria; filosofia negativa; prudência

Texto completo:

PDF PDF (English) (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascieduc.v34i1.16083





ISSN 2178-5198 (impresso) e ISSN 2178-5201 (on-line) e-mail: actaeduc@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY