Episcopado e relações de poder nos De Ecclesiasticis Officiis e Sententiarum Libri Tres de Isidoro de Sevilha

Leila Rodrigues da Silva

Resumo


A partir do século VI, o segmento episcopal atuou, nos reinos romano-germânicos, no sentido da preservação e da ampliação da fé cristã e da reorganização da instituição clerical. Assim, dentre outras iniciativas, concebeu um vasto material, que compreendia escritos variados, como regras monásticas, sermões, espelhos de príncipes e hagiografias. No reino visigodo, Isidoro de Sevilha se destacou por sua inserção no processo de reestruturação eclesiástica, que conferiu considerável atenção à qualificação moral e intelectual do clero. Assim, da vasta obra produzida pelo hispalense, interessa analisar neste texto as principais alusões às autoridades eclesiásticas nos De Ecclesiasticis officiis e Sententiarum libri tres e sua relação com um modelo idealizado de bispo. 

 


Palavras-chave


Isidoro de Sevilha; Episcopado; normatização eclesiástica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascieduc.v36i2.22038



ISSN 2178-5198 (impresso) e ISSN 2178-5201 (on-line) e-mail: actaeduc@uem.br